Blog Dicas de Saúde

Conhecendo as diferenças entre os Colágeno Tipo I e Tipo II

Sandra C. Marasca Martini
Farmacêutica Bioquímica, Especialista em Saúde Coletiva.
Publicado em 08/10/2018

O colágeno é uma proteína que pode ser encontrada na pele, tecidos e ossos e é responsável por dar estrutura, firmeza e elasticidade à pele. Além disso, também é muito importante para manter a integridade dos músculos, dos ligamentos, dos tendões e das articulações. O colágeno também pode ser encontrado em alimentos como a carne e gelatina ou suplementos alimentares em cápsulas ou sachês.

Os suplementos de colágeno podem ser usados em duas formas diferentes, na forma de colágeno tipo I e colágeno tipo II. Ambos os tipos têm diferentes formas e doses e podem ser usados para diferentes finalidades, sendo, por isso, considerados suplementos diferentes.

O colágeno tipo I, ou colágeno hidrolisado, é uma proteína extraída do osso e da cartilagem de animais, como bois e frangos, resultando da quebra de moléculas de proteína em partículas menores. Este tipo de colágeno, devido às suas dimensões, é melhor absorvido no intestino e é usado para melhorar a firmeza da pele; fortalecer as articulações, as unhas e o cabelo; reduzindo também as chances de osteoporose.

A dose recomendada é de cerca de 10 g por dia, e deve ser tomado com as refeições, idealmente associado à vitamina C, já que esta vitamina potencializa os efeitos do colágeno no organismo. Alguns suplementos de colágeno já incluem vitamina C na sua constituição. Pode-se também fazer uma alimentação rica em colágeno, ingerindo alimentos como carnes vermelhas, brancas ou gelatina.

Já o colágeno tipo II, ou colágeno não desnaturado, é o componente maioritário presente nas cartilagens. É fabricado a partir de um processo não enzimático, em temperaturas mais baixas de forma a não hidrolisar a molécula, garantindo-se assim a integridade da proteína, ao contrário do que acontece no colágeno tipo I.

O Colágeno tipo II é a principal proteína estrutural responsável pela tração e firmeza do tecido cartilaginoso, que tem a função de promover conforto, mobilidade e flexibilidade as articulações regeneradora da cartilagem. Este tipo de colágeno é indicado nos casos de osteoartrites e artrite reumatoide.

Nestas doenças, o próprio organismo reconhece o colágeno que está nas articulações como uma proteína estranha e produz enzimas que destroem a cartilagem, e como consequência, surgem os sintomas destas doenças. Assim, uma das formas de auxiliar o corpo a repor o colágeno perdido nas cartilagens e aliviar os sintomas, é o uso de colágeno tipo II.

Colágenos do Tipo I e Tipo II você encontra na Mais Natural!!